• Reading the World
    Clique aqui para assistir ao vídeo completo.

    Antes de tudo, ensinar alguém como ler e escrever palavras é algo sério, muito sério. O que implica ou exige dos que ensinam um grande respeito por aqueles que estão sendo ensinados. O que quero dizer com respeito por aqueles que estão sendo ensinados ou serão ensinados? Quero dizer, o respeito pelo conhecimento, baseado, claro, no senso comum, o qual a interação traz com eles para a escola, para a sala. Respeito pelo conhecimento o qual eles já possuem, e respeito pela língua deles é que é cultura, para a identidade deles.
  • Paulo Freire e a Educação Matemática
    Clique aqui para assistir ao vídeo completo.

    Ele/ela tem uma grande responsabilidade de ensinar. E o professor que não ensina, não se justifica, ele não se explica a si mesmo agora é preciso clarear e esclarecer o que é mesmo ensinar. E quando a gente busca compreender na própria prática o que é ensinar a gente tem que concluir que o próprio esforço e o processo social da produção do conhecimento põe de lado qualquer possibilidade de transferir conhecimento.
  • Palestra de Paulo Freire no Banco Central
    Clique aqui para assistir ao vídeo completo.

    Os homens e mulheres primeiro aprenderam para depois ensinar. Nós começamos o amplo processo de ensinar e aprender de aprender e ensinar socialmente aprendendo e foi socialmente aprendendo que nós descobrimos que era possível ensinar. Então a atividade docente vem depois da atividade discente ou em outra palavra a atividade discente tinha dentro dela quase que diluída a habilidade docente e a gente nunca se lembra disso nem percebe que a coisa foi ao contrário...
  • Paulo Freire In Memorian
    Clique aqui para assistir ao vídeo completo.

    Ensinar exige amor ao ensino e amor a pessoa com quem se trabalha para ensinar. Exige humildade, exige esperança, exige tolerância. Você não pode ensinar se você se sente mal com o outro porque o outro é simplesmente diferente de você. A intolerância inviabiliza o ensinar.
  • Conversando com Paulo Freire sobre Arte e Educação aos 21 anos da Pedagogia do Oprimido
    Clique aqui para assistir ao vídeo completo.

    O ser da educação tem a ver com conhecimento, tem a ver com política, tem a ver com ética e tem que haver com estética. Vale dizer, em outras palavras, não há prática educativa que não seja, ao mesmo tempo, um quê fazer gnosiológico em que os sujeitos, educador e educandos, se envolvem mediados pelo conteúdo, se envolvem na busca da decifração: o que é ensinar? Ensinar não é fazer o discurso sobre o perfil do conteúdo, mas ensinar é propor ao educando uma aproximação gnosiológica ao conteúdo enquanto objeto de conhecimento.
  • Paulo Freire: Constructor de Sueños
    Clique aqui para assistir ao vídeo completo.

    Ensinar faz parte do processo maior de conhecer e ensinar implica necessariamente aprender.
  • Especial Paulo Freire
    Clique aqui para assistir ao vídeo completo.

    Ensinar exige amor, amor ao ensino e amor a pessoa que quem se trabalha para ensinar. Exige humildade, exige esperança, exige tolerância, quer dizer, você não pode ensinar se você se sente mal com o outro porque o outro simplesmente é diferente de você. Quer dizer, a intolerância inviabiliza o ensinar.
Parceria:
Desenvolvimento: